Desde que a quarentena foi imposta na cidade de São Paulo, o vereador Police Neto tem fiscalizado as medidas da Prefeitura e cobrado tomadas de decisão baseadas em estudos científicos ou levantamentos que indiquem o melhor caminho pra se vencer a pandemia.

Nesta semana, o parlamentar iniciou nas redes sociais a campanha #NãoViaja, para ajudar a cobrar da população maior conscientização com relação à antecipação dos feriados de Corpus Christi, Consciência Negra e 9 de Julho, decretada em parceria da Prefeitura com o Governo Estadual. “Decidimos lançar a campanha porque muita gente está interpretando esses dias como um megaferiado normal, e não é. O governo achou que um ‘minilockdown’ disfarçado seria uma solução, mas a medida parece mais um problema”, avalia.

Veiculada no Facebook, Instagram e mídias off-line, a campanha traz peças que alertam sobre a possibilidade de se contrair a Covid-19 e que reforçam a importância de se manter em isolamento, apesar da natural vontade que as pessoas têm de passear e socializar.

De acordo com o Centro de Contingência da Covid-19, nesta quinta-feira (21), o índice de isolamento social na cidade de São Paulo ficou em 52%, enquanto na quarta-feira (20), primeiro dia de feriado, a porcentagem ficou em 51%. Segundo especialistas, porém, o índice ideal de isolamento para achatar a curva de disseminação do coronavírus seria de 70%. Até o momento ainda não houve divulgação do índice atingido nessa sexta-feira (22), mas ao que tudo indica, a média deve ser mantida – sexta foi ponto facultativo.

“Passados dois dias de feriado e está provado que a escolha do ‘minilockdown’ foi outro erro, tal como a restrição das vias e do megarrodízio. Agora, na terça-feira, alguém vai ter de explicar à população que a medida não teve, de novo, o resultado esperado. E a cada dia que sem as ações corretas a pandemia ganha mais força e nossa economia fica mais fraca”, afirma Police.

Postagens Recomendadas

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar