Vai trabalhar em regime de Home Office? Existem vários softwares e aplicativos gratuitos para facilitar o desenvolvimento das atividades em casa e não deixar a produtividade cair. Confira aqui as ferramentas que podem ajudar nesse novo desafio. Em meio à crise provocada pelo novo coronavírus e em virtude das recomendações da Organização Mundial de Saúde, principalmente para que as pessoas não saiam de casa, as empresas têm – e o farão cada vez mais – submetido os colaboradores ao home office.

Projeto de lei de autoria do vereador Police Neto concede benefícios a empresas e trabalhadores que adotem o trabalho remoto, também conhecido como teletrabalho, além de home office. Aprovado em primeira, o texto depende de uma segunda votação para ser encaminhado à sanção do prefeito e valer como lei. Clique aqui para saber mais sobre esse PL. Com base na experiência adquirida pelo vereador e sua equipe para elaborar o projeto de lei, apresentado ainda em 2018, o gabinete selecionou algumas recomendações e ferramentas gratuitas para facilitar a sua rotina ao trabalhar em casa.

Ainda que o home office seja tendência mundial e ainda antes da pandemia já colocado em prática no Brasil, não é todo mundo que está preparado para trabalhar de casa, seja pela falta que a comunicação frente a frente faz, seja pela falta de costume de estar num ambiente diferente do corporativo.

Para o primeiro problema, porém, há um vasto leque de aplicativos e softwares que podem auxiliar a comunicação, tanto para a realização de videoconferências como para a estruturar trabalhos a serem feitos em conjunto. Para a organização de tarefas e projetos, existem as plataformas como Asana e Trello, que dinamizam a maneira de lidar com as demandas transformando-as em cartões e podendo ser dispostas na interface de maneira intuitiva, ou seja, de forma que auxilie na compreensão do grupo, facilitando o trabalho em equipe.

De outro lado, Skype e Duo, da Google, e o WhatsApp aparecem como solução para reuniões que precisam ser feitas on-line, além de possibilitarem o envio de mensagens instantâneas. A diferença fica na quantidade de pessoas suportadas por cada plataforma. No Skype, o máximo são 50, já o Duo suporta bem menos: apenas 8. O WhatsApp não divulgou o número de usuários que conseguem conversar por vídeo mutuamente.

Já o Zoom, que é um aplicativo que também realiza videoconferências, suporta três pessoas por 40 minutos na sua forma gratuita. Para uma comunicação mais direta, com o envio de mensagens instantâneas ou a criação de grupos para diversos objetivos, o WhatsApp aparece novamente, junto com o Slack. Esse último possibilita criar canais de comunicação para um projeto específico ou ainda grupos de compartilhamento de arquivos e mensagens para uma equipe.

Veja abaixo outras dicas para seu trabalho render como se estivesse na empresa.

Postagens Recomendadas

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar