Skip to content

Hack in Sampa 2020 combate a falta de moradias na cidade

Estão abertas as inscrições para a quarta edição da maratona tecnológica Hack in Sampa, que desafia os participantes a criar ferramentas que ajudem o Poder Público a reduzir o déficit habitacional na cidade de São Paulo, estimado em mais de 470 mil moradias. Adaptado para o formato on-line, o já tradicional hackathon oferece mais de R$ 10 mil em prêmios e ocorre entre os dias 18 e 20 de dezembro. Iniciativa do Instituto de Tecnologia de Software e Serviços (ITS) e do Instituto Cidade Viva, incubadora de projetos sociais criada pelo vereador Pólice Neto, o Hack in Sampa 2020 tem o apoio do parlamentar e da Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia, além de fazer parte da programação oficial da São Paulo Tech Week.

“Nosso objetivo é ampliar o monitoramento e aplicação das regras de desenvolvimento urbano, em especial a Lei da Função Social da Propriedade, que combate a falta de moradia identificando imóveis ociosos ou subutilizados em áreas destinadas à construção de moradias de interesse social, voltadas para a população de baixa renda, e oferecendo os meios para que essa Função Social seja cumprida”, explica Pólice Neto. Após notificação e o devido processo legal, caso o imóvel não seja adequado, pode ser desapropriado. “O Hack in Sampa estimula a participação social no enfrentamento dos problemas da cidade, trazendo inteligência e criatividade para aproveitar tudo o que a tecnologia pode oferecer à gestão pública.”

A inscrição é livre e gratuita para qualquer pessoa, e atrai especialmente quem tenha familiaridade com programação, desenvolvimento e design. A participação se dá por meio da plataforma zoom, e os interessados podem se inscrever em grupo ou individualmente – neste caso, os grupos serão formados na abertura do evento. Especialistas em programação e políticas públicas de moradia participam da maratona oferecendo mentoria para os grupos. Os melhores projetos serão escolhidos por uma banca de jurados. O prefeito Bruno Covas, o candidato derrotado à Prefeitura Guilherme Boulos e o ex-prefeito Fernando Haddad estão entre os mentores convidados.

Para se inscrever e saber mais sobre a Lei da Função Social da Propriedade, de autoria do vereador Pólice Neto e em vigor desde 2010, clique aqui.

Compartilhe nas redes sociais

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Fique de olho: IPTU congelado

Com 63 emendas aprovadas no Orçamento 2021, mandato bate recorde na Câmara

Uma outra política é possível