Skip to content

Licitação imoral da SPTrans é suspensa após denúncia de Police

Após denúncia do vereador Police Neto, a SPTrans suspendeu licitação para alugar um carro de luxo, “com o mais alto nível de blindagem permitido”, acabamento de couro preto e central multimídia. As propostas de aluguel seriam abertas na última segunda-feira, mas o edital acabou cancelado no dia 15. Police cobrou formalmente o cancelamento após revelar o caso em suas mídias sociais. “É imoral fazer uma contratação desse tipo em qualquer ocasião, mas, em plena pandemia, com a população se espremendo nos ônibus lotados se expondo ao risco de contaminação é inacreditável que esta licitação tenha sido proposta”, disse Police Neto.
Em ofício à SPTrans no dia 15/5, o vereador solicitou esclarecimentos sobre a real necessidade da contratação e cobrou o cancelamento. Police havia revelado a existência da licitação Nº007/2020 no dia anterior. A resposta ao ofício chegou dia 19, avisando do cancelamento publicado no Diário Ofícial do Município na edição de sábado (16/5). A SPTrans não esclareceu porque abriu o edital para o carro de luxo, informou apenas que suspendeu a licitação para “reavaliação do ato”. Para o vereador, a vigilância continua. “Por que, ao invés de fazer a contratação de um carro avaliado em quase R$ 200 mil, os diretores da SPTrans deviam usar o próprio transporte coletivo, carros de aplicativo, SPTáxi ou simplesmente caminhar ou seguir de bicicleta? Eu uso todas essas opções no dia a dia. Os diretores da empresa podem fazer o mesmo, sem prejuízo para o exercício de suas funções.” Police é autor da plataforma Fiscalizando o Busão, que permite aos usuários do transporte público avaliarem os serviços e cobrarem melhorias.

Confira o ofício e, aqui, a publicação no D.O

Compartilhe nas redes sociais

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Police Neto garante isenção de TPU para comerciantes que trabalham usando o espaço público

Do Caminhar Pinheiros ao Ocupa Rua – a “guerra do meio fio” em São Paulo

Vereador assina compromisso com Programa Cidades Sustentáveis