De acordo com reportagem veiculada pelo G1, o horário da madrugada é o mais perigoso para o expediente dos motoristas de aplicativos. Segundo a matéria, que contém dados obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação, a maioria dos furtos e roubos a esta categoria acontece nesse período.

No intervalo entre 0h e 6h, foram registradas 620 ocorrências entre janeiro de 2018 e outubro de 2019, segundo a Secretaria de Segurança Pública. O segundo horário mais problemático é o da noite, entre 21h e 0h, com 545 casos de roubos ou furtos.

O bairro do Grajaú, na Zona Sul de São Paulo, é o líder em ocorrências, com 61 casos. Itaim Paulista, na Zona Leste, é o segundo com 58 casos e a Brasilândia, na Zona Norte, registrou 47 boletins.

O levantamento da SSP considerou 2.049 boletins de ocorrência e não contemplou casos envolvendo passageiros.

Postagens Recomendadas

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar