Um vereador diferente​

Trabalhando por uma cidade mais justa, eficiente e sustentável

Sobre Police Neto

Sobre Police Neto

Por que sou um vereador diferente? Não tenho carro oficial nem motorista. Caminho muito, uso transporte público, minha bicicleta ou chamo um carro de aplicativo se precisar.

Fujo da gravata, mas nunca de um mutirão. Nada disso significa desprestigiar o mandato ou meus colegas, mas ser vereador é mais do que legislar e fiscalizar; é viver a cidade arregaçando as mangas para ajudar a transformá-la.

Um Vereador Diferente

Conheça a trajetória de Police Neto

Agosto de 2020
Prefeito Bruno Covas regulamenta o Estatuto do Pedestre, lei de Police Neto aprovada em 2017 (foto). Conquista suada, exigiu muita pressão do vereador e da sociedade durante 3 anos. Lei coloca a mobilidade a pé como prioridade na elaboração de políticas públicas; 1/3 dos habitantes da Região Metropolitana se desloca exclusivamente a pé. Somando quem caminha para pegar o transporte coletivo, passa de metade da população
Agosto de 2020
Julho de 2020
Mandato anuncia os resultados da Chamada Cívica 2020, iniciativa que estimula a mobilização da sociedade e democratiza o acesso ao dinheiro público. Ainda em 2019 (foto), foi o primeiro edital de emendas parlamentares do país. Iniciativa seleciona projetos a partir de critérios técnicos e jurados independentes do mandato para financiar com R$ 1 milhão em recursos de emendas do mandato
Julho de 2020
Fevereiro de 2020
Nova tentativa de acabar com os aplicativos de transporte na cidade de São Paulo é barrada com apoio do mandato e de motoristas de apps. Projeto que pode comprometer o sustento de mais de 100 mil famílias de motoristas agora está parado na Câmara Municipal. Vereador luta para aprovar o PL 421/2015, que regulamenta o serviço e afasta de vez a possibilidade de eliminar o serviço
Fevereiro de 2020
Janeiro de 2020
Prefeito sanciona a Política Municipal de Prevenção da Corrupção, projeto de lei premiado (foto) e lei inovadora de Police Neto que cria ferramentas objetivas para evitar a corrupção antes que ela aconteça, como a obrigatoriedade de se fazer uma comparação de preços incluindo iniciativa privada e poder público
Janeiro de 2020
Dezembro 2019
Aprova em primeira votação projeto de lei que cria o Plano de Desenvolvimento da Zona Norte e o Programa Municipal de Incentivo ao Teletrabalho, modelo de gestão que se revelaria indispensável durante a pandemia de covid-19.
Dezembro 2019
Setembro 2019
Passa a registrar seus deslocamentos no transporte público para monitorar a qualidade dos serviços. Nasce, assim, o programa Fiscalizando o Busão, plataforma para que os usuários possam registrar seus problemas e fazer sua voz ser ouvida.
Setembro 2019
Agosto 2019
Participa da articulação do Movimento Motoristas pela Vida, que pressiona empresas e poder público a combater a violência contra motoristas de app. Inicia uma série de audiências públicas e reuniões que levam a novos parâmetros adotados pelas empresas e a possibilidade de vigilância por câmeras nos carros vinculada ao programa City Câmeras.
Agosto 2019
Fevereiro 2019
Em Assunção, Paraguai, participa do Encontro de Católicos com Responsabilidades Políticas a Serviço dos povos Latino-Americanos, promovido pelo Vaticano.
Fevereiro 2019
2018
Participa do Fórum Mundial Urbano, da ONU, em Kuala Lumpur. Mais tarde, a convite da Fundação Bernard Van Leer e NPDI, faz o Curso de Lideranças Executivas para o Desenvolvimento da Primeira Infância, oferecido pela Universidade de Harvard e pelo Insper.
2018
2017
Realiza o primeiro Hack in Sampa, maratona tecnológica na Câmara Municipal que desenvolve plataformas de monitoramento e combate à corrupção. Aprova a Lei que cria o Estatuto do Pedestre, trabalho iniciado ainda em 2011, e apresenta o projeto de lei que cria a Política Municipal de Prevenção da Corrupção.
2017
2016
Implanta o primeiro ParCão da série que se mantém até hoje e já passa de 20 em todas as regiões da cidade. O ParCão Chácara Klabin nasce de um pedido da comunidade, que trabalhou junto com o mandato para criar o espaço (foto). Aprova as leis que criam o Bike SP (16.547/16), programa de incentivo ao uso da bicicleta em São Paulo, e a lei 16.397/16, que reconhece como Parque Minhocão o Elevado Pres. João Goulart quando não há trânsito de veículos. É eleito para o atual mandato.
2016
2015
A briga em defesa da oferta do serviço de transporte por aplicativos de transporte chega ao ápice. É o único vereador a votar contra a proibição do serviço em São Paulo e apresenta projeto de lei que serve de base para a regulamentação da Prefeitura ao autorizar as operadoras de transporte do APP. Enfrenta enorme resistência de taxistas e chega a receber ameaças de morte.
2015
2014
Participa ativamente da elaboração do Plano Diretor, iniciado no ano anterior e sancionado como a lei em julho de 2014. Nesse mesmo ano, Police disputa sem sucesso a eleição para deputado estadual.
2014
2013
Emenda de sua autoria à Lei 15.764/13 cria os Conselhos Participativos, que facilitam a participação da sociedade na gestão de todas as subprefeituras. Nesse mesmo ano, aprova a lei que permite a regularização de interesse social (Lei 15.720/13) e começa a estudar os serviços de transporte por aplicativo.
2013
2012
É reeleito presidente da Câmara e, além de reduzir os custos operacionais da Casa e criar o Dados Abertos, realiza a primeira maratona tecnológica do setor público no país, para ajudar a ampliar a transparência da Câmara. Elege-se para o terceiro mandato como vereador.
2012
Junho 2011
À frente da Mesa Diretora da Câmara, Police Neto implanta o programa Dados Abertos, tornando públicos os contratos assinados pela Casa, as dotações orçamentárias, a presença dos vereadores nas sessões plenárias e os resultados das votações. Ainda em 2011, aprova a Lei do Alvará Condicionado, que facilita o licenciamento de atividades comerciais (Lei 15.499/11)
Junho 2011
Janeiro 2011
Assume a Presidência da Câmara, tornando-se então o mais jovem presidente de Câmaras Municipais no país desde a redemocratização, aos 38 anos. Filia-se ao PSD.
Janeiro 2011
2010
Aprova lei que combate a especulação imobiliária na capital e coloca em prática mecanismo do Estatuto das Cidades na capital, a Função Social da Propriedade (Lei 15.234/10).
2010
2008
É apontado como o melhor vereador da Câmara Municipal de São Paulo pela ONG Voto Consciente e pela Veja SP. Foi reeleito no mesmo ano para o segundo mandato. Aprova a política de inclusão digital (Lei 14.668/08)
2008
2007
Retorna à Câmara para assumir a liderança do governo no Legislativo paulistano, cargo que exerce até 2010
2007
2006
Aprova os Indicadores de Desempenho para avaliar a qualidade do serviço público municipal (Lei 14.173/06). Licencia-se da função de vereador para assumir a secretaria especial de Participação e Parceria no governo Gilberto Kassab
2006
2005
Eleito vereador em sua primeira disputa eleitoral, assume o mandato e já no primeiro ano cria o Procon do Serviço Público Municipal (Lei 14.029/05). Na foto, a diplomação para o cargo, em dezembro de 2014
2005
2000
Assume a presidência do diretório municipal do PSDB na capital paulista, cargo que ocupa até 2002
2000
1993
Inicia sua carreira no serviço público, aos 21 anos, como assessor parlamentar da liderança do PSDB na Assembleia Legislativa de São Paulo. Ocupou diferentes funções na Alesp
1993
1990
Aos 18 anos, filia-se ao PSDB, partido do qual se desligou no fim de 2010 para ajudar a fundar o PSD, legenda na qual permanece até hoje. Na foto, aparece atrás de Mário Covas, durante uma carreata
1990

Projetos de Lei e Propostas em debate

Ver mais

Notícias e Artigos

Vereadores rejeitam proposta de Pólice que põe fim aos supersalários
Feiras de Economia Criativa se unem, apresentam protocolo com apoio de Police Neto e serão liberadas na Fase Verde
Pensar e sonhar: propostas para o próximo mandato