Vereador assina compromisso com Programa Cidades Sustentáveis

O vereador Police Neto renovou esta semana seu compromisso com o Programa Cidades Sustentáveis (PSC), iniciativa conduzida pela Rede Nossa São Paulo alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas. Isso significa adotar como referência e metas de atuação de um novo mandato, as diretrizes dos 12 eixos e os indicadores do PSC.

As principais referências são, por meio da atuação parlamentar, atuar na erradicação da miséria, inclusão social, redução das desigualdades regionais e sociais, a promoção dos direitos humanos, o enfrentamento às emergências climáticas, a universalização dos serviços públicos, além da observância da transparência e da ética na gestão pública. “Trabalhei diretamente ao lado da Rede Nossa São Paulo na construção da Lei de Metas da cidade, uma referência importantíssima de planejamento, gestão e controle da Administração Municipal, tanto para o poder público quanto para a própria sociedade, que pode fiscalizar de maneira objetiva a atuação do governo”, explica Police Neto, que participou de reunião dia 14/9 com dois dos coordenadores da Rede Nossa São Paulo e do PSC, Igor Pantoja e Carolina Guimarães.

Previsto na Lei Orgânica do Município, apresentar e seguir o Plano de Metas é obrigação de qualquer pessoa que assuma a Prefeitura. Deve ser apresentado até 90 dias após a posse, listando prioridades em várias áreas de forma que sejam monitoradas por indicadores e metas objetivas. “Por meio desse acompanhamento, por exemplo, a Rede Nossa São Paulo identificou que a Prefeitura cumpriu apenas 35% das promessas do Plano de Metas até 2019, e que 23% das metas não ultrapassaram fases internas e burocráticas, de modo que não produziram efeitos para a população”, afirma Police.

Vereador assina a carta-compromisso. Veja o texto abaixo


Durante a reunião com os coordenadores da Rede, Police discutiu um plano de trabalho, baseado no programa Reage SP, que traz 50 metas de referência para uma cidade mais justa até 2030, uma iniciativa da Rede em parceria com a Fundação Tide Setubal. “Fruto de estudos e trabalho muito sério, o Reage SP é especialmente oportuno nesse momento em que as desigualdades se aprofundaram gravemente em São Paulo por causa da pandemia. Já me coloquei à disposição dos organizadores para ajudar a alinhar a atuação da Câmara de modo que possamos trazer resultados na prática”,  afirma o vereador. “É importante que toda a sociedade conheça as propostas, atue e fiscalize.” Para saber mais sobre o Plano de Metas e o Reage SP, clique aqui.

Confira os ítens da carta


Police Neto é pré-candidato a vereador pelo PSD; convenção partidária está marcada para dia 31

Nesta segunda-feira (31), o Partido Social Democrático realiza sua convenção municipal em São Paulo, na qual o vereador Police Neto submete ao partido sua pré-candidatura a uma das 55 cadeiras na Câmara Municipal. O encontro vai definir a chapa completa de candidatos e candidatas ao Legislativo e confirmar o nome do ex-ministro Andrea Matarazzo na disputa para a Prefeitura. “Epicentro da pandemia no Brasil, São Paulo nunca precisou tanto de seus governantes”, diz Police Neto. “Apresento minha candidatura a um novo mandato determinado a contribuir na construção de uma cidade mais justa, eficiente e sustentável.”

Contrário à existência do Fundo Eleitoral, orçado em R$ 2 bilhões este ano, Police abriu mão de receber recursos públicos para sua campanha e, como integrante do PSD, o vereador é signatário do Termo de Compromisso Público “Eleições Limpas em 2020”, firmado junto à Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo, Ministério Público Estadual e Fórum de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro. A iniciativa tem o apoio da Transparência Internacional, do Instituto Ethos e do MCCE (Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral). Confira a íntegra do documento aqui. “Sou totalmente contrário ao Fundo, mas ele já foi confirmado e está previsto em lei, então que seja utilizado para financiar eleições mais inclusivas e representativas de todos os segmentos da sociedade”, afirma Police. “Do que poderia ser a parte para minha própria campanha, não vou usar esse dinheiro.”

Com a alteração do calendário eleitoral, todas as convenções partidárias serão realizadas entre os dias 31/08 e 16 de setembro. A campanha eleitoral começa apenas em 27 de setembro, e o primeiro turno está marcado para o dia 15/11. Em caso de realização de segundo turno, o pleito será no dia 29/11.

“Estamos em meio a um amplo, transparente e democrático processo de consulta a comunidades, associações de moradores e entidades da sociedade civil para a construção de nosso Programa 2021-2024. As prioridades oferecidas pela sociedade serão somadas à abordagem técnica e inovadora que sempre marcou o mandato. Essa consulta está aberta a todos e todas, mesmo a quem ainda não conhece nosso trabalho, e será concluída no final de setembro. Sou um apaixonado pela cidade, amo o que faço e tenho a certeza de que São Paulo tem condições de sair dessa pandemia melhor do que entrou, apesar da crise profunda em que estamos”, diz o vereador.

Quer sugerir alguma ação ou prioridade para o vereador Police Neto? Deixe sua proposta nos comentários desta reportagem.