Chamada Cívica escolhe 10 projetos criados pela sociedade para melhorar SP

A Chamada Cívica 2020 selecionou 10 projetos para execução com recurso de emendas parlamentares do mandato do vereador Police Neto no valor de R$ 1 milhão. Para contemplar todas as 90 propostas inscritas, seriam necessários mais de R$ 7,5 milhões. Foram escolhidos 4 projetos de revitalização de Praças e Áreas Verdes, 1 de Ruas, Vielas e Escadões, 1 de Equipamentos de Saúde e Educação e 4 de Fomento a Cultura, Esporte e Empreendedorismo.

“Dez projetos serão realizados agora, mas ninguém perdeu”, explicou o vereador Police Neto. “Vamos analisar individualmente cada projeto com a assessoria técnica do gabinete para, se for o caso, aprimorar as propostas e trabalhar para que sejam executadas por meio de outras fontes de recurso, como o orçamento das próprias secretarias envolvidas. Não dá para ignorar, por exemplo, o apelo de uma unidade de saúde que precisa consertar suas janelas para melhorar a ventilação interna.” Após análise das propostas e defesa oral acompanhada por duas bancas de jurados especialistas, os projetos escolhidos foram os que obtiveram maior pontuação dentro dos critérios de impacto, viabilidade e engajamento comunitário (para fomento), além de um quarto critério para a sustentabilidade da iniciativa após a intervenção local no caso das demais categorias. Os jurados atribuíram notas de 0 a 5 para cada critério e o resultado final foi obtido com a soma das pontuações, sendo o valor máximo possível de 45 pontos. O anúncio da classificação foi feito em live transmitida nas páginas do Facebook do vereador e do Cidades.co (para assistir à live, clique aqui).

De acordo com Marcelo Rebelo, ceo do Cidades.co, parceiro na organização da Chamada, a ideia agora é formar um “banco de projetos” aberto a toda a sociedade. “O Cidades.co também está à disposição das comunidades para unir esforços e tirar os projetos do papel. Nossa filosofia é de que ninguém é mais habilitado a cuidar do espaço público do que a própria vizinhança. Trabalhamos como facilitadores desse processo”, disse Rebelo. “Prova disso é que dois grupos que participaram da Chamada 2019 e não foram bem classificados, agora conquistaram o recurso.”

Jurado veterano do ano passado, o arquiteto e urbanista Marcos Boldarini aprovou a experiência mais uma vez, mesmo diante da maratona de mais de 10 horas acompanhando as defesas orais no final de semana de 18 e 19 de julho: “Essa é uma iniciativa importante para a cidade de São Paulo, uma vez que os recursos públicos podem ser destinados para aquilo que venha a ser o desejo mais premente da sociedade civil”.

O Projeto Lamparina, do grupo Mirante Cultural, que atua na região de Pirituba/Jaraguá, obteve a melhor classificação geral, com 42 pontos. Saiba mais sobre os jurados, os critérios de escolha e os resultados finais em chamadacivica2020.cidades.co

Conheça todos os projetos selecionados:
Praças
ParCão da Herzog: Vida e Cidadania (Subprefeitura Sé)
Praça Zavuvus (Santo Amaro)
Espaço Arnesto do Brás: Bairro Amigo da Pessoa Idosa (Mooca)
Praça Amigos da Mauro (Santo Amaro)

Ruas
Viela Convida (Lapa)

Equipamentos
Parque Cora Coralina (EMEF Desembargador Amorim Lima)

Fomento
Projeto Lamparina
Viver de Bike Arte
Projeto Catapulta
Boanova de Bicicleta