Missão Proteção: nova doação de máscaras chega a unidades de saúde da ZN

O mandato do vereador Police Neto realizou nesta semana mais uma etapa da Missão Proteção, entregando máscaras para profissionais de saúde expostos diariamente ao risco de contágio do coronavírus. O parlamentar foi até a Brasilândia, um dos distritos mais afetados pela covid-19 na cidade de São Paulo, e Casa Verde, onde entregou o 14º lote de equipamentos de proteção individual, desta vez, doados pelo Grupo Unidade, conselho formado por entidades, moradores e comerciantes do bairro Lauzane.

A ação entregou 40 máscaras de acetato, que protegem o rosto por completo, são mais resistentes e duráveis, garantindo maior segurança aos trabalhadores. “Foram entregues 20 na UBS Carombé – Silmarya Rejane Marcolino Souza e 20 na UBS-AMA Especialidades Parque Peruche, locais que precisam de atenção especial no enfrentamento à pandemia, principalmente a Brasilândia, que é um dos distritos que tem a situação mais preocupante”, afirma Police Neto.

Desde o início do mês abril, o parlamentar também esteve na UPA Perus, UBS Parque Nações Unidas, AMA/UBS Jardim Peri, UBS Lauzane Paulista, AMA Parque Anhanguera, além das comunidades do Conjunto Garagem, em São Miguel Paulista, Sol Nascente, na Zona Noroeste, e Heliópolis, na Zona Sul, onde entregou mais de 4 mil equipamentos de proteção, entre máscaras de pano e de acetato.

Administradas pela Organização Social Saúde da Família, ambas as unidades foram inscritas na segunda edição da Chamada Cívica, iniciativa do mandato que dá à população a oportunidade de escolher como e onde investir o dinheiro público, para receberem melhorias via emendas parlamentares. “Desta vez os projetos de aperfeiçoamento desses equipamentos não foram contemplados na Chamada, mas fizemos questão de mostrar que estamos próximos com essa doação feita pelo Grupo Unidade”, fala Police Neto. “E todos que se inscrevem e engajam as comunidades locais por um bem comum recebem prioridade do nosso mandato para receber recursos e financiamento, e tanto a UBS Carombé como a UBS-AMA Parque Peruche estão no nosso radar pra isso”, garante o vereador.

Ainda na região norte da cidade, Police Neto também foi até a AMA-UBS Lauzane e AMA-UBS Jardim Peri, unidade que também participou da Chamada Cívica, para acompanhar de perto o atendimento à população e as condições de trabalho dos profissionais de saúde. “Fiscalizar pessoalmente cada espaço da cidade que cuida da população é um dever, e só o contato próximo e o diálogo aberto com os profissionais de saúde e os conselhos podem orientar nossa ação parlamentar para que ela seja efetiva e dê a solução adequada aos probemas desses equipamentos”, diz.

UBS Morro Doce vai para novo prédio, maior e próximo da atual unidade

A UBS Morro Doce vai passar a funcionar em um novo local indicado pelo vereador Police Neto em parceria com o conselho gestor da unidade. Com cerca de 700 metros quadrados, o imóvel tem aproximadamente três vezes o tamanho do que é usado atualmente para abrigar o equipamento, e está a cerca de 500 metros de distância.

Com a transferência para o novo local, a comunidade do Morro Doce poderá contar com mais conforto e qualidade no atendimento à saúde. “Foram anos negociando com a Secretaria Municipala mudança para este imóvel que tem condições infinitamente melhores de dar à população o que ela precisa”, afirma Police Neto.

Além de pequena e antiga, a casa onde o atendimento à comunidade é realizado hoje não possui a acessibilidade necessária para garantir a segurança das pessoas, principalmente idosos e portadores de deficiência física. “O acesso da UBS é conhecido na região como ‘rampa da morte’, e há vários relatos de acidentes em usuários”, diz.

Ainda não há uma previsão para que a mudança ocorra, mas o contrato entre SPDM (organização social que faz a gestão da UBS Morro Doce) e o locador do imóvel já foi firmado. “O prédio tem de estar vazio até o dia 12 de agosto para que as adequações comecem”, diz Police Neto.

Police testa plataforma de telemedicina que atende comunidades

Na última semana, o vereador Police Neto participou, pela primeira vez, de uma teleconsulta para testar o funcionamento de uma avaliação médica a distância, prática que agora é considerada legal no Brasil e nas redes pública e privada em São Paulo para evitar a exposição de médicos e pacientes ao contágio do coronavírus.

O teste foi feito depois de o parlamentar ter sido convidado pela startup de tecnologia em saúde Nós Médicos, que tem com foco o atendimento a distância de pacientes e desenvolveu um sistema eficiente também para uso em telefones celulares. “O convite surgiu por causa de nosso trabalho para instituir o home office como política pública na cidade, que vem lá de 2018. A empresa reconheceu nosso esforço e decidiu nos convidar para experimentar a plataforma e oferecer o serviço de forma gratuita a comunidades e entidades que trabalhem no atendimento à população mais vulnerável”, explica o vereador.

A plataforma, que também atende a pacientes no Rio de Janeiro, Salvador, Manaus e Recife, em especial, onde se encontram várias consultas, existe desde abril deste ano e já conta com mais de 150 atendimentos oferecidos sem custo para casos suspeitos de covid-19. Em São Paulo, a Nós, Médicos já realizou consultas para moradores das comunidades de Paraisópolis e Brasilândia, bairro com mais mortes por coronavírus na capital. “Atestado serviço, o segundo passo agora é atender outras áreas carentes da cidade, levando saúde e cuidado pra dentro da casa das pessoas”, afirma Police. Fernando Lane, CMO da Nós, Médicos, explica que a startup atende empresas e pessoas físicas. “Temos consultas pagas em um modelo com médicos de referência tanto para o mercado corporativo quanto pessoas físicas”, disse Lane. “Fazemos o agendamento on-line após cadastro em nossa plataforma: www.nosmedicos.com.br.”

A prática da telemedicina foi sancionada pelo prefeito Bruno Covas no início de maio e, além das consultas médicas, triagens, diagnósticos e monitoramentos, autoriza também a realização de cirurgias a distância nos atendimentos.

Assista ao vídeo da consulta de Police:

Novo lote de doações de máscaras de acetato chega às UBS Pirituba e Carumbé

Nesta semana, o vereador Police Neto entregou mais um lote de máscaras de acetato doadas por empresários do mercado financeiro e pelo Grupo Unidade a unidades públicas de saúde. Mais resistentes e duráveis, os equipamentos cobrem todo o rosto e protegem com mais eficácia os profissionais que estão na linha de frente expostos aos riscos de contaminação do coronavírus.

Foram entregues 10 máscaras na UBS Parque da Lapa e 20 na UBS Pirituba, na Zona Oeste, além de outras 25 na UBS Carumbé, localizada no bairro de Brasilândia, Zona Norte, o ponto da cidade que tem mais mortes por covid-19, com 123 óbitos registrados até a segunda-feira (11).

De acordo com balanço da Secretaria Municipal de Saúde divulgado nesta terça-feira (12), desde o início da pandemia a cidade de São Paulo já registrou 20 mortes entre os profissionais da área e teve outros 5.571 afastados. “Não podemos deixar nossos técnicos, enfermeiros e médicos desassistidos, por isso nosso esforço em viabilizar doações de equipamentos de proteção a esses profissionais tão dedicados”, afirma Police.

Desde o início do mês passado, o parlamentar também esteve na UPA Perus, UBS Parque Nações Unidas, AMA/UBS Jardim Peri, UBS Lauzane Paulista, AMA Parque Anhanguera e AMA Parque Peruche, além das comunidades do Conjunto Garagem, em São Miguel Paulista, Sol Nascente, na Zona Noroeste, e Heliópolis, na Zona Sul, onde entregou mais de 4 mil equipamentos de proteção, entre máscaras de pano e de acetato.

Novo Hospital
Na segunda-feira (11), a Prefeitura inaugurou, com quatro anos de atraso, o novo Hospital Municipal de Brasilândia, no bairro homônimo, com 20 unidades de terapia intensiva (UTI) e 16 leitos de enfermaria para o tratamento de pacientes com covid-19. Ainda em funcionamento parcial, a unidade contará com 305 leitos quando estiver inteiramente concluída. O Secretário Municipal de Saúde, Edson Aparecido, disse que até o final do mês de maio o Hospital terá 180 leitos, mas não informou quando a obra deve ser concluída.

Vereadores aprovam uso de telemedicina na rede pública de saúde

Com 54 votos favoráveis e nenhum contrário, os vereadores aprovaram nesta quarta-feira (29), em votação definitiva, o projeto substitutivo ao PL 260/2020, que permite o uso da telemedicina na rede municipal de saúde para fortalecer o combate à pandemia do coronavírus.

Com a medida, que foi sugerida pelo vereador Police Neto e que deverá vigorar enquanto valer a situação de calamidade em São Paulo, a rede pública poderá orientar, monitorar, consultar, triar, diagnosticar e fazer cirurgias à distância nos atendimentos. “Até o início da semana, a cidade registrava mais de 3 mil profissionais de saúde afastados e 13 mortos pela covid-19. Com a possibilidade de atender à distância, cai o risco de contaminação de médicos e pacientes”, avalia o vereador Police Neto.

Para o parlamentar, que vê o trabalho remoto como alternativa – ele apresentou em 2018 projeto de lei que incentiva o home office – de política pública para gerar emprego, renda, qualidade de vida e economia para trabalhadores e empresas, o momento que a cidade atravessa traz uma oportunidade de dar à cidade a infraestrutura necessária para que o trabalho remoto em larga escala possa ser adotado em todas as regiões. “Agora que fomos obrigados a aderir ao trabalho à distância por causa da pandemia, temos que garantir as condições para que os serviços de telecomunicações cubram toda a capital, além de apoio para que empresas e trabalhadores façam a transição para o home office de modo adequado”, afirma.

Para que isso aconteça, Police deve trabalhar para colocar em votação nas próximas sessões da Câmara o Plano Emergencial de Ativação Econômica. Elaborado com vários setores da economia, o projeto de lei traz uma série de medidas que visam ativar a geração de emprego e renda, incluindo a adoção do teletrabalho na cidade como estratégia.

Outras medidas aprovadas no PL 260
O PL 260/2020 também traz outras alternativas de enfrentamento à pandemia, como a disponibilização obrigatória por parte do Poder Público e da iniciativa privada de máscaras, luvas e álcool em gel nos ambientes onde haja fluxo frequente de pessoas. Ficou determinado, ainda, que os estabelecimentos comerciais como bancos, farmácias, padarias e supermercados, entre outros estabelecimentos, reservarão a primeria hora do horário de atendimento exclusivamente para idosos.

Ainda nesse sentido, o projeto aprovado cria o Selo Empresa Parceria da Cidade de São Paulo no Combate à Covid-19, que atestará a responsabilidade social e sanitária de empresas que contribuírem com doações de alimentos e distribuição de produtos de higiene pessoal.

Doação de prédio
Ficou aprovada também a doação de um terreno de 660m², localizado na esquina da Rua Antônio de Godoy com a Avenida Rio Branco, no Distrito da República, para que sejam construídas unidades habitacionais de interesse social. Para o vereador Police, a transferência da propriedade da União à Prefeitura é uma vitória para a cidade, mas chega com muito atraso. “Foram dois anos de burocracia e papel. Inacreditavelmente, três secretários passaram pela pasta e nem uma unidade sequer foi entregue no Centro”, diz.

Concursos públicos
O PL 260/2020 também amplia os prazos de validade de concursos públicos feitos pela Administração Pública direta e indireta referentes aos processos já homologados e em fase de convocação dos aprovados. Além disso, o texto prevê a prorrogação dos prazos das licenças e dos alvarás já emitidos pela Prefeirura. Com a medida, ficam estentidos por mais um ano as licenças a serem expedidas no período de 180 dias.

Para começar a valer, o projeto precisa da sanção do prefeito Bruno Covas.

Police entrega máscaras doadas para agentes de saúde

Diante da falta de equipamentos de proteção individual para os profissionais que estão na linha de frente do combate ao coronavírus nas unidades públicas de saúde e do crescente número de trabalhadores afastados por suspeitas ou confirmação de infecção, o mandato do vereador Police Neto tem buscado parcerias para viabilizar a doação de máscaras para ajudar agentes de saúde na prevenção à covid-19.

Desde a Semana Santa, o parlamentar foi esteve em seis unidades em diferentes regiões da capital. Nesta quinta (16/4), entregou o último lote de máscaras feitas de acetato que foram doadas por executivos do mercado financeiro de São Paulo. Mais resistentes e reutilizáveis, elas cobrem todo o rosto.

Segundo balanço da Secretaria Municipal de Saúde, desde o início da pandemia, já são 11 mortes entre os profissionais da área e quase 4 mil afastados, o que reforça a necessidade de maior proteção entre os trabalhadores dos hospitais, prontos-socorros e estabelecimentos de atenção básica mantidos pela prefeitura.

“Sem garantir as condições mínimas de segurança dessas pessoas, a própria capacidade de atenção aos doentes fica comprometida. Por isso meu esforço em fazer chegar a essas unidades máscaras de acetato, mais resistentes e reutilizáveis”, diz Police. Agora, o parlamentar já está em articulação com outros grupos empresariais para viabilizar um novo lote de equipamentos para doação.

Além da AMA Parque Peruche, Police entregou máscaras na UPA Perus, UBS Parque Nações Unidas, AMA/UBS Jardim Peri, UBS Lauzane Paulista e AMA Parque Anhanguera.

UPA Perus abre as portas após mais de 5 anos de luta

Demanda antiga da população, a UPA Perus enfim será inaugurada na próxima quarta-feira (18/12). Depois de quase 3 anos de obras paralisadas, a retomada ocorreu em fevereiro, após muita pressão do vereador Police, que conseguiu aprovar repasse de R$ 1 milhão no Orçamento para 2019. O parlamentar acompanha o projeto desde o início, em 2013, e auxiliou inclusive na definição do terreno que receberia o equipamento, previsto originalmente para uma área na avenida Raimundo Pereira de Magalhães.

Ao todo, foram investidos R$ 6,2 milhões no equipamento da Prefeitura. Em março, o prefeito Bruno Covas esteve no canteiro de obras e prometeu entregar a UPA Perus em julho. Mas os atrasos continuaram. Police, que acompanhou a visita, seguiu cobrando e agindo para melhorar os serviços e a estrutura de atendimento na região, ouvindo a população, os conselheiros e os gestores das unidades de saúde. O secretário de Saúde, Edson Aparecido, atendeu a boa parte das demandas.

A UPA terá capacidade para atender 16 mil pacientes por mês, em diversas especialidades. Serão 18 leitos para adultos, 8 na pediatria e mais 6 camas hospitalares na sala de emergência.
Confira os detalhes:

As atividades do PS Perus serão transferidas para a UPA e ampliadas no novo equipamento. No lugar do PS, outros serviços passarão a funcionar no prédio: Assistência Médica Ambulatorial (AMA) Especialidades, Ambulatório de Especialidades (AE), Unidade de Vigilância em Saúde (UVIS), Supervisões Técnicas de Saúde (STS) e Centro Especializado em Reabilitação (CER). De acordo com a secretaria da Saúde, todos os funcionários do PS serão transferidos para a nova unidade, com exceção dos que serão realocados para outros serviços da Administração Direta, conforme sua própria escolha.

O vereador Police buscou as melhores soluções para a UPA desde o início do projeto. O primeiro terreno previsto pela Prefeitura (em 2015), na av. Raimundo Pereira de Magalhães, teria de ser desapropriado, atrasando mais ainda a construção. Police então, em diálogo com a comunidade e o próprio poder público, identificou o terreno atual, pertencente à COHAB, e as obras tiveram início. Mas a UPA não resolve todos os problemas da saúde na região, e Police seguiu trabalhando para oferecer outras melhorias ainda antes da inauguração. Entre dinheiro destinado pelo mandato e pela Secretaria da Saúde, o PS e outras unidades conquistaram R$ 2,4 milhões em reformas e equipamentos. “Todas as melhorias que propus foram definidas no diálogo permanente com usuários e gestores. Isso signifi ca fazer o que a população precisa, não o que um ou outro querem”, afirma o vereador.

Nova UPA Anhanguera: obras começam no início de 2020

O vereador Police Neto se reuniu, na manhã desta quinta-feira (24/10), com o Secretário Municipal de Saúde, Edson Aparecido, servidores municipais, o conselho gestor da AMA/UBS Parque Anhanguera, além de moradores da região para tratar de diversos assuntos relacionados aos serviços de saúde prestados no território.

Um dos destaques da reunião foi a construção da nova UPA Anhanguera. Segundo o parlamentar, os investimentos serão feitos pelo Programa Avança Saúde, realizado pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), que vai injetar US$ 200 milhões (cerca de R$ 600 milhões) em toda a rede pública municipal de saúde.

As obras devem ser iniciadas no começo de 2020, porém ainda não há a informação sobre qual será o porte da UPA e seu volume de atendimento à população. As UPAs podem ter desde 7 leitos de observação e capacidade de atender 150 pacientes/dia em média, até 15 leitos de observação e capacidade de atender 350 pacientes/dia em média). A UPA Anhanguera será construída na rua Ricardo Dalton com a rua Alberto Gentile, no Jardim Santa Fé.

Reforma UBS/AMA Anhanguera

Quem esperava pela revitalização da UBS/AMA Anhanguera, inaugurada em 2008, também já pode comemorar, pois já é certo que o equipamento passará não só por reforma, como será ampliado. A UBS/AMA, que hoje tem capacidade para 10 mil consultas/mês aumentará sua amplitude de atendimento, podendo acolher um número maior de pacientes. Segundo o Secretário, as obras deverão começar ainda neste ano.

Além disso, o novo prédio da UBS Morro Doce receberá um aporte de R$ 1 milhão, sendo metade oriunda de verbas municipais da pasta de saúde e o restante de emendas parlamentares de vereadores. Não há maiores detalhes sobre o assunto.

SPDM fica

A possível saída da SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina), que administra e gere os serviços públicos de saúde na região, foi um dos temas discutidos e, depois de meses à espera de uma resposta definitiva da Prefeitura sobre o imbróglio, ficou acordado que a associação será mantida nos equipamentos, quais sejam a AMA Anhanguera I, AMA Perus, AMA /UBS Parque Anhanguera e AMA Especialidades Perus.

A informação é uma grande vitória para os moradores locais e para os servidores, já que a SPDM vinha desenvolvendo um trabalho há anos no serviço público de saúde. A troca da gestão significaria recomeçar do zero a aproximação com os moradores, conhecer seus problemas e demandas, etc.

Outros investimentos

O vereador Police também atuou para a finalização das obras da nova UPA Perus, que se arrastava desde 2015. Ele destinou emendas parlamentares no valor de R$ 1 milhão e o equipamento agora aguarda os últimos ajustes para ser inaugurado. Questionado sobre os recorrentes atrasos para a inauguração do equipamento, o Secretário Municipal de Saúde disse que esta deve acontecer no final do mês de novembro. Ele assegurou que a obra está finalizada e que o imóvel passa pelas instalações finais de equipamentos e mobília.

Com uma área construída de 2.100 m², a unidade contará com 18 leitos para acolher a comunidade e capacidade de atender até 16 mil pacientes por mês. No total, a UPA Perus recebeu investimentos de R$ 6,5 milhões. A UPA contará com um quadro de 400 funcionários, fazendo parte deste todos os servidores do Pronto Socorro Perus, e o restante será composto por novas contratações.

Veja abaixo, ainda, outros recursos do mandato do vereador Police que foram destinados à saúde nos distritos de Perus e Anhanguera nos últimos meses:

Pronto Socorro Perus e Ambulatório de Especialidades Perus

R$ 200 mil – troca geral do piso, obras de acessibilidade, revisão hidráulica, elétrica, do telhado e do quadro de força

UBS Jardim Rosinha

Valor: R$ 276 mil – Adequação da entrada de veículos, revisão geral elétrica, readequação de sistema de para-raios, instalação de refletores e ar-condicionado

UBS/AMA Parque Anhanguera

R$ 25 mil – instalação de equipamentos de ar-condicionado

UBS Morada do Sol

R$ 25 mil – instalação de equipamentos de ar-condicionado

UBS Morro Doce

R$ 25 mil – Instalação de equipamento de ar-condicionado a farmácia para ajudar a preservar medicamentos