Demanda antiga da população, a UPA Perus enfim será inaugurada na próxima quarta-feira (18/12). Depois de quase 3 anos de obras paralisadas, a retomada ocorreu em fevereiro, após muita pressão do vereador Police, que conseguiu aprovar repasse de R$ 1 milhão no Orçamento para 2019. O parlamentar acompanha o projeto desde o início, em 2013, e auxiliou inclusive na definição do terreno que receberia o equipamento, previsto originalmente para uma área na avenida Raimundo Pereira de Magalhães.

Ao todo, foram investidos R$ 6,2 milhões no equipamento da Prefeitura. Em março, o prefeito Bruno Covas esteve no canteiro de obras e prometeu entregar a UPA Perus em julho. Mas os atrasos continuaram. Police, que acompanhou a visita, seguiu cobrando e agindo para melhorar os serviços e a estrutura de atendimento na região, ouvindo a população, os conselheiros e os gestores das unidades de saúde. O secretário de Saúde, Edson Aparecido, atendeu a boa parte das demandas.

A UPA terá capacidade para atender 16 mil pacientes por mês, em diversas especialidades. Serão 18 leitos para adultos, 8 na pediatria e mais 6 camas hospitalares na sala de emergência.
Confira os detalhes:

As atividades do PS Perus serão transferidas para a UPA e ampliadas no novo equipamento. No lugar do PS, outros serviços passarão a funcionar no prédio: Assistência Médica Ambulatorial (AMA) Especialidades, Ambulatório de Especialidades (AE), Unidade de Vigilância em Saúde (UVIS), Supervisões Técnicas de Saúde (STS) e Centro Especializado em Reabilitação (CER). De acordo com a secretaria da Saúde, todos os funcionários do PS serão transferidos para a nova unidade, com exceção dos que serão realocados para outros serviços da Administração Direta, conforme sua própria escolha.

O vereador Police buscou as melhores soluções para a UPA desde o início do projeto. O primeiro terreno previsto pela Prefeitura (em 2015), na av. Raimundo Pereira de Magalhães, teria de ser desapropriado, atrasando mais ainda a construção. Police então, em diálogo com a comunidade e o próprio poder público, identificou o terreno atual, pertencente à COHAB, e as obras tiveram início. Mas a UPA não resolve todos os problemas da saúde na região, e Police seguiu trabalhando para oferecer outras melhorias ainda antes da inauguração. Entre dinheiro destinado pelo mandato e pela Secretaria da Saúde, o PS e outras unidades conquistaram R$ 2,4 milhões em reformas e equipamentos. “Todas as melhorias que propus foram definidas no diálogo permanente com usuários e gestores. Isso signifi ca fazer o que a população precisa, não o que um ou outro querem”, afirma o vereador.

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar